Meia parede: ideias de decoração com a pintura bicolor

A ideia de pintar uma parede por inteiro te assusta? Então conheça a tendência da “meia parede”: colorir apenas metade (ou parte) da parede na horizontal para criar um efeito bicolor. Diferentemente do degradê, a pintura “meio a meio” é feita, geralmente, com duas colorações contrastantes – em muitos projetos são usados a cor branca e um tom mais quente. Se você quer reproduzir essa decoração na sua casa, confira 15 projetos para se inspirar!

1. Na sala de estar 

Parede bicolor para propor um clima de verão no lar (Foto: Edu Castello / Editora Globo)

Parede bicolor projetada pelas arquitetas Adriana Weichsler, Daniella Martini e Viviane Saraiva (Foto: Edu Castello / Editora Globo)

O armário embutido atrás do sofá determinou a divisão de cores nesta sala de estar. Ele foi pintado com tinta esmalte, e as paredes, tinta látex, ambas Resouding Rose, da Sherwin Williams. A ideia foi não ofuscar a iluminação natural existente no espaço.

2. Como cabeceira 

QUARTO | A pintura atrás da cama foi feita para ser uma alternativa mais barata do que a cabeceira. Quadros da Urban Arts.  (Foto: Rafael Renzo / Divulgação)
No quarto da arquiteta Patrícia de Palma, a meia parede pintada faz as vezes de cabeceira (Foto: Rafael Renzo/Divulgação)

Para criar uma cabeceira de forma rápida e barata, pinte metade da parede atrás da cama. Finalize o decor com luzinhas, uma prateleira ou quadros em cima para “demilitar” o espaço que seria ocupado por uma cabeceira.

3. No canto da leitura 

A opção pelos tons Silver Strand (no alto) e Attitude Gray (abaixo), da Sherwin Williams, realça o colorido do décor (Foto: Edu Castello / Editora Globo)
Os tons Silver Strand (no alto) e Attitude Gray (abaixo), da Sherwin Williams, realçam o colorido do décor assinado pelo escritório MIS Arquitetura (Foto: Edu Castello / Editora Globo)

Neste projeto, os arquitetos Marcel Casamassa e Silvia Almeida, do escritório MIS Arquitetura, criaram um ambiente adequado para o desfrute de livros: a tinta escura, na parte de baixo da parede, beneficia a leitura, enquanto a região mais clara dá a sensação de amplitude.

4. Assimétrico

A cor pastel Sand Dollar (no alto) foi combinada à Kaffee (abaixo), ambas da Sherwin Williams. Roupa de cama da Trousseau (Foto: Edu Castello / Editora Globo)
A cor pastel Sand Dollar (no alto) foi combinada à Kaffee (abaixo), ambas da Sherwin Williams. Projeto do escritório MIS Arquitetura  (Foto: Edu Castello / Editora Globo)

Para fugir do óbvio, crie um “desenho” com a borda da cor mais escura. Neste quarto, profissionais do escritório MIS Arquitetura fizeram pinceladas irregulares que criam uma transição descontruída entre os tons.

5. Até na porta

Porta oposta à janela da cama, leva para uma pequena varanda da casa de três andares. Plantas Bluemenfee.  (Foto: Maura Mello/Divulgação)
As áreas brancas ajudam a levar luminosidade para o imóvel com projeto de Laura Kim (Foto: Maura Mello/Divulgação)

A arquiteta Laura Kim resolveu aplicar a pintura pela metade em todos os ambientes deste apartamento de 40 m². Para dar bastante sensação de amplitude ao imóvel, a porta de entrada e a outra porta, que dá acesso à varanda, também foram pintados pela metade.

6. Invertida 

Mesa para trabalhar separa cama da sala de tv. Mesa, criado mudo e cômoda Fernando Jaeger. Cadeira Westwing. (Foto: Maura Mello/Divulgação)
A mesa serve para home office e separa o quarto da sala de TV. Projeto de Laura Kim (Foto: Maura Mello/Divulgação)

No mesmo projeto, Laura Kim inverteu a meia parede na área da cama para criar uma cabeceira e levar um toque divertido ao decor. Além disso, ajuda a delimitar o espaço do quarto, visto que o apê não tem paredes ou colunas divisórias.

7. Pintura baixa 

Quarto de hóspedes | O sofá-cama foi trazido do antigo apartamento e foi comprado na Tok Stok. Almofadas da Almofadaria Paramento (Foto: Lília Mendel/Divulgação)
Pintada de cinza, a parede bicolor leva graça ao ambiente de forma simples e barata. Projeto do Mira Studio (Foto: Lília Mendel/Divulgação)

A arquiteta Marina Romeiro, sócia de Rafael Cabral no escritório Mira Studio, projetou um cômodo com várias funções em um apê de 90 m²: serve de quarto de hóspedes, home office e, no futuro, pode ser transformado em um quarto de bebê. Aqui, a meia parede mais baixa cria uma decoração discreta e que combina com todas essas funções.

8. Dois tons 

Quarto de hóspedes, com meia parede pintada de cinza-azulado  (Foto: Marcelo Donadussi/Fotografia de Arquitetura)
A pintura cinza-azulada também serve de cabeceira para a cama na proposta de autoria do escritório Illa (Foto: Marcelo Donadussi/Fotografia de Arquitetura)

Outra opção é escolher um tom mais claro e um mais escuro de uma mesma cor para criar o efeito meio a meio. Neste quarto de hóspedes, o escritório de arquitetura Illa optou pelo azul.

9. No painel planejado

QUARTO | A escrivaninha feita sob medida, recebeu um painel de MDF com diferentes tons de azul. Dali, a estrutura segue em meia parede na superfície da janela, coberta pela persiana e da cama, que é revestida de tijolinhos. Nessa área, o painel imita uma  (Foto: Renato Navarro/ Divulgação)
Projeto de quarto com móveis planejados é assinado por Erica Salguero (Foto: Renato Navarro/ Divulgação)

A meia parede é dividida pela base da janela. Mas, em vez de ser feita com pintura, foi delimitada por um painel azul de MDF que serve de apoio para a escrivaninha e a cama, feitas sob medida.

10. Com papel de parede 

 Cômoda de caviúna comprada em antiquário. Pratos de porcelana trazidos de viagens enfeitam a parede. O carrinho de chá funciona como móvel para a TV e bar. Repare na cortina e na meia parede: por serem da mesma cor, o resultado é a unidade visual (Foto: Edu Castello)
Pratos decorativos foram pendurados bem na linha de divisão da pintura bicolor. Projeto da arquiteta Alexandra Albuquerque  (Foto: Edu Castello)

Para seu apartamento de 28 m², a arquiteta Alexandra Albuquerque apostou na meia parede em todo o imóvel. A cortina segue a mesma tendência, criando unidade visual no espaço. Em outra parede, a parte de cima foi incrementada com um papel de parede estampado.

11. Em um ponto focal 

Não quer cobrir a parede inteira? Então aplique o papel apenas em metade dela, como neste projeto do designer de interiores Walter Fagundes, que usou o papel de parede da Paper.com (Foto: Gui Morelli/Editora Globo)
O papel de parede também é uma opção para quem não quer cobrir a parede inteira. Ideia do designer de interiores Walter Fagundes (Foto: Gui Morelli/Editora Globo)

O designer de interiores Walter Fagundes aplicou papel de parede da Paper.com na área de “transição” deste apartamento. Nas outras paredes, todas brancas, ele preencheu vários espaços com quadros.

12. No quarto infantil 

Quarto dos gêmeos. A parede ganhou pintura azul royal até a metade. Cortina feita com tecido da Marimekko, camas e organizadores da Ikea. A cabana foi presente de uma amiga (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)
Uma prateleira acima da linha da divisão acomoda brinquedos. Projeto da arquiteta Regina Strumpf (Foto: Victor Affaro / Editora Globo)

A pintura até a metade também pode ser usada em quartos de crianças. Nesse cômodo de gêmeos, a cor escolhida foi azul royal. O tom vivo leva alegria ao espaço e combina com os brinquedos coloridos. Sugestão da arquiteta Regina Strumpf.

13. No corredor  

Corredor. O azul se estendeu para a passagem que liga os fundos da casa aos quartos. A parede foi pintada até a metade. Acima há uma faixa dourada, em sintonia perfeita com a cor da moldura do quadro (Foto: Lisa Cohen / Living Inside)
A parede bicolor tambem pode ser feita em áreas de transição, como o corredor (Foto: Lisa Cohen / Living Inside)

Nesta casa na Austrália, a pintura azul pela metade foi realizada no corredor que liga os fundos da residência aos quartos. Acima da divisão, foi pintada uma faixa dourada que combina com a moldura do quarto.

14. Delicado 

As paredes do quarto são pintadas até a metade de branco e o restante com a cor preferida da filha da moradora, rosa claro. A cabeceira estofada dá um charme a mais ao dormitório, decorado pela arquiteta Andrea Murao (Foto: Edu Castello/Editora Globo)
A cabeceira estofada dá um charme a mais ao dormitório e combina com o rosa e o branco das paredes em projeto de Andrea Murao (Foto: Edu Castello/Editora Globo)

A filha da moradora queria ter a sua cor favorita, rosa claro, no quarto. Assim, a arquiteta Andrea Murao optou pela meia parede com tinta branca e rosa.

15. Com pastilhas  

Moderna, a lavanderia recebeu pastilhas de vidro roxas no piso e na metade das paredes. Para dar continuidade, a porta é pintada com essa cor na mesma altura. Projeto do escritório Estúdio Guto Requena (Foto: Marcelo Magnani/Editora Globo)
Projeto do escritório Estúdio Guto Requena deixou a lavanderia moderna (Foto: Marcelo Magnani/Editora Globo)

A lavanderia recebeu pastilhas de vidro no piso e nas das paredes. Para acompanhar, a porta foi pintada pela metade no mesmo tom de roxo. Essa é uma ideia boa para ambientes que precisam de revestimentos frios e resistentes, como a cozinha, a área de serviço e o banheiro.