Casamento em São Paulo: Sarah + Bruno

Sarah e Bruno se conheceram em uma festa de faculdadecomeçaram a namorar, mas não deu certo. Três anos depois, se reencontraram e aí sim o amor falou mais alto. “Resolvemos dar uma nova chance para essa história. E não é que deu certo! Com muitas reviravoltas, mensagens de madrugada, encontros até em Londres, dois pedidos de namoro, deu em casamento”, lembra ela.

pedido de casamento veio anos depois, durante uma viagem para a Hungria. “Fui realizar um curso e o Bruno sabia que queria conhecer o país que os meus bisavós paternos nasceram – a Eslovênia, muito próximo à Hungria. Ele preparou tudo direitinho e em segredo. Foi no Castelo de Bledque ele fez o pedido de casamento. Fiquei deslumbrada com a beleza do lugar e queria tirar uma foto nossa com aquela vista. Bruno pediu para uma mulher que estava passando tirar uma foto nossa. Após a foto, ele pediu para ela esperar um pouco, pois ele ia querer uma foto diferente. Ele se ajoelhou e me pediu em casamento. Foi uma baita surpresa! Aceitei e de repente quando percebi tinham várias pessoas que passavam por ali batendo palmas e nos fotografando. Foi muito emocionante!”

A cerimônia foi o ponto alto do casamento, segundo Sarah. “Cresci admirando as obras do meu bisavô materno – o artista esloveno Francisco Paulovic. A Matriz de Avaré, pintada e decorada por ele na década de 1940, sempre foi a igreja que mais admirei. Com não era possível realizar o casamento em outra cidade, meus pais tiveram a ideia de plotar algumas imagens das belas pinturas da igreja na cerimônia, lembra ela, que ficou emocionada em ver a felicidade dos convidados que conheciam a história.

Para a decoração, Sarah seguiu as paixões da mãe, em homenagem a ela! E projeto contemporâneo em branco, dourado e verde, com mesas de vidro e espelhos enfeitaram o salão. “Uma coisa que fizemos e deu muito certo foi a setorização das mesas. Minha mãe e eu organizamos a lista de convidados em setores e deixamos algumas mesas marcadas, de acordo com o mapeamento das mesas elaborado pela decoradora e as assessoras. Foram 11 setores e algumas mesas marcadas. Cada setor/mesa recebeu o nome de uma pedra (ágata, ametista, cristal, diamante, esmeralda, jade, ouro, rubi, topázio, turmalia, turquesa). Assim, familiares e amigos em comum ficaram juntos. Isso foi uma estratégia muito elogiada no casamento”, conta a noiva.

Instagram

  • Segunda começando! ⚡ Clique do fotógrafo @rodrigozago_!
  • Os doces mais deliciosos e fotogênicos 😋
  • A digital influencer, Natalia Figueira, oficializou o seu noivado em um belíssimo almoço.  No site, todos os detalhes desse dia pra lá de especial. 😍
  • Quando a noiva se destaca! 😍
  • Hoje estamos bisbilhotando os vestidos do @maisonvivianspier e só temos uma palavra pars definir o atelier: APAIXONANTE! 😍

Follow Me!