Guia de Fornecedores

Vamos passar a Lua de Mel no Marrocos?

Para os ocidentais, Marrocos mantém um fascínio imediato e duradouro. Apesar de estar a apenas uma hora de balsa da Espanha, ao mesmo tempo parece que está bem distante da Europa, com uma cultura – islâmica e profundamente tradicional – que é quase totalmente desconhecida. Em todo o país, apesar dos anos de domínio colonial francês e espanhol e a presença de cidades modernas e cosmopolitas como Rabat e Casablanca, é possível sentir a presença de um passado mais distante.

Fez, talvez a mais bela de todas as cidades árabes, mantém ainda uma vida enraizada nos tempos medievais, quando um reino marroquino se estendia do Senegal ao norte da Espanha, enquanto nas montanhas do Atlas e do Rif, ainda é possível elaborar mapas tribais da população berbere. Como pano de fundo de tudo isso, a composição geográfica do país é extraordinária: da costa do Mediterrâneo, através de quatro cadeias de montanhas, até a vastidão de areia do Saara.

Melhor época para ir ao Marrocos

O ideal é planejar a visita ao sul do Marrocos – ou pelo menos as rotas desérticas – fora do verão, quando a maior parte do dia é muito quente para atividades. Entre julho e agosto, os meses mais quentes, pode ser maravilhoso para visitar a região costeira, enquanto que nas montanhas não há regras.

A primavera, que chega entre abril e maio, talvez seja a melhor época, com um clima agradável tanto no sul como nas montanhas e nas costas do Mediterrâneo e do Atlântico.

Durante os meses de pico do verão (entre junho e agosto), o clima pode ficar brutalmente quente, especialmente em Marrakech, Fez e a região sudoeste do país. Quanto mais ao sul se vai, mais perto do deserto do Saara. Outra razão para evitar os meses de verão é que coincide com o verão europeu, quando o número de visitantes no Marrocos aumenta.

O período mais confortável para visitar o deserto do Saara é durante o outono ou o início da primavera, evitando as paisagens ressecadas, as temperaturas
escaldantes do verão e as temperaturas noturnas congelantes do inverno.

Roteiro de Lua de Mel em Marrakech da Relp Weddings

1º DIA: MARRAKECH

Desembarque no aeroporto de Marrakech, recepção e traslado até o hotel.  Check-in para acomodação por 4 noites com café da manhã e o restante da tarde livre.

À noite, jantar romântico (a la carte), com velas e flores, organizado no terraço do hotel ou em um espaço privativo (pago diretamente no hotel).

2º DIA: MARRAKECH

Manhã livre para aproveitar o hotel.

Após o almoço (não incluído), passeio de meio dia pela cidade de Marrakech. O passeio histórico pela cidade inclui visita aos Jardins da Menara, o Palácio da Bahia e a Mesquita Cutubia. Em seguida, visita aos souks, os bairros de artesanato e a famosa praça Jemaa el-Fna.

À noite, jantar no Riad at La Sultana.

3º DIA: MARRAKECH

Café da manhã no hotel e manhã livre.

Após o almoço (não incluído), tratamento marroquino para a noiva. O Moroccan Hammam consiste em uma casa de banhos com vários cômodos (secos e à vapor) que, de acordo com o ritual tradicional marroquino, limpa o corpo e a alma.

Saída para o Deserto de Agafay para um passeio de camelo e um jantar romântico privativo sob as estrelas.

4º DIA: MARRAKECH

Café da manhã no hotel.

Passeio de aproximadamente 2 horas pela Cordilheira do Atlas, passando pelo deserto rosado de Marrakech em direção aos íngremes picos do Atlas. Visita às aldeias e mercados berberes locais, que atraem pessoas de todos os lugares. Parada para almoço no Romantic Kasbah Tamadot (não inclui bebidas).

Retorno ao hotel em Marrakech e restante do dia livre.

5º DIA: MARRAKECH

Café da manhã no hotel e traslado ao aeroporto.

Serviços

RELP  Weddings

SCRN 704/705 Bloco D Loja 30 – Asa Norte
Brasília – DF

(61) 3242-0108